terça-feira, 27 de julho de 2010

Currículo amoroso

Oi, bom-dia, estou a um bom tempo a procurar um novo emprego. Na verdade, como pode ver em meu currículo já passei por alguns; desde cedo, mesmo sem querer, fui obrigado a trabalhar, mas nenhum correspondeu ao que eu queria.
Sou um jovem coração e como já era de se esperar, de se saber, passei por alguns perrengues. Em meu primeiro emprego e em outros tantos, meus anseios não foram correspondidos; não havia trabalho em equipe, só havia esforço e realidade de minha parte. Mas mesmo assim não pedi demissão, fui demitida. Fria, cruelmente e várias vezes. Sem dó me piedade meu patrão me mandou embora. Um ou outro até me readmitiu, mas sabe como é? Nunca dá certo.
Depois, andei por aí e entendi que não havia nascido para ser comandada, não precisava de um chefe. Então, pelas noites da vida, consegui alguns empréstimos de amores e arrumei, não sei aonde- dentro de mim, um pouco de coragem. Contratei algumas pessoas para serem meus funcionários junto a alguns sócios, e impus uma condição a todos que ingressavam e erguiam esta empresa a meu lado:eu seria a sócia majoritária. Todos concordaram e eu pensei que tudo iria dar certo e que o maior sucesso na indústria do amor seria alcançada por mim. Mas confiei demais, me passaram a perna; os sócios abusaram de seu poder e junto com alguns dos funcionários roubaram-me toda a força, sem deixar-me nenhum tostão de coragem e investiram tudo na concorrência.
Confesso, passei algum tempo fora do campo; achei que essa vida profissional havia acabado para mim, mas resolvi me dar nova oportunidade. Andei lendo sobre como anda difícil o mercado e não nego temo por mim; mas não posso ficar parado a vida inteira pedindo esmolas para quem não tem nada a me dar.
Foi então que procurando nos classificados um coração para trabalhar meu amor, achei essa agência e pensei que aqui teria uma nova oportunidade. Vou confidenciar mais uma coisa: estou disposto a pagar o que for e trabalhar o quanto for por uma nova chance. Pensem bem!

23 comentários:

  1. "...mas não posso ficar parado a vida inteira pedindo esmolas para quem não tem nada a me dar."

    A verdade é que é um tanto complicado lidar com esse bichinho chamado Coração...
    AMEEEI o texto!
    E que bom que vc está de volta !!!
    beijos!

    ResponderExcluir
  2. gostei do texto tbm (:
    boa sorte na viidaa heein

    bjoo

    ResponderExcluir
  3. Coração arretado..rs ele sabe mesmo nos colocar situações de impressionar!
    Amei o texto!
    Um beijo Gabriela!

    ResponderExcluir
  4. os corações passam por vários empregos, são demitidos de uns, se demitem de outros, mas só num podem ficar desempregados né?
    Gostei muito do texto ^^

    Bjs =)

    ResponderExcluir
  5. Que bonitinho...gostei da composição!

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  6. Gostei como você colocou seu coração e as palavras. Muito bom!

    beijo.

    ResponderExcluir
  7. HAHA, muito bom! nunca havia visto por esse lado.
    muito bom, mesmo!
    beijão!

    ResponderExcluir
  8. Tenho vontade de, enviar meus tantos currículos por aí, pra ver se vinga; e no outro extremo, uma vontade maior ainda, de que um certo alguém me escolher pro cargo definitivo. Com fé, acho que cola. Será?
    Beijos, guria! Saudades de ti que eu tava, hein.

    ResponderExcluir
  9. Amor seria mais fácil, se fosse emprego.
    Só não teria tanta graça, aiai.


    Beijo, moça.

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabriela...

    Belíssimo texto...

    Meu coração se descobriu despreparado, e está se reciclando. Estudando muito para exercer bem sua função depois.

    Beijos linda, texto demais

    ResponderExcluir
  11. que belo!
    amei a foto...

    beiijo,
    *.*

    ResponderExcluir
  12. AMEI! sério mesmo, sem brincadeira!
    Achei uma maneira super criativa de escrever sobre os corações "desempregados". Talvez porque eu tenha me identificado demais com tudo isso. Mas espero que nossos corações - meu e teu - não passem mais tanto sufoco.

    Obrigado por visitar o blog, comentar, tudo!

    um beijo, querida :*

    ResponderExcluir
  13. O triste é quando não valorizam o seu esforço...

    ResponderExcluir
  14. "achei que essa vida profissional havia acabado para mim,"

    hahaha'
    eu também, já me demiti várias vezes, mas sempre acabo voltando.
    :P

    MUITO CRIATIVO!!
    *-*

    ResponderExcluir
  15. belo texto! bjinhos!

    http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Que liiiiiiiindo!
    Acho que vou fazer um desses.

    HAHAHA!

    ResponderExcluir
  17. que lindo :)
    selo para ti querida *

    ResponderExcluir
  18. ai acho lindo suas postagens

    ResponderExcluir