sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Esperança,



Eu sabia que podia acreditar em você. Ai, quando eu me lembro das pessoas que se riam de mim e diziam: ‘menina, não fale do que não sabe, você nem mesmo chegou a conhecê-la... pobre garota’.
Mas eu sabia, esperança, sabia que eu já tinha te conhecido antes mesmo de nascer; tinha certeza de que no momento em que fui gerada, na composição dos gametas que me formaram você estava presente; nunca duvidei de que você é que sempre foi minha amiga secreta, imaginária, mas real.
Tentaram atrapalhar nossa relação firme, tudo entre nós sempre foi subentendido: nunca precisei gritar-te apoio e você nunca precisou mostrar-se a todos, sempre bastou assim. E talvez por isso declaravam-me doida, diziam que eu precisava de tratamento, dos piores – choque de realidade. Mas eu levantei bandeira a favor da minha insanidade, me assumi louca e sempre te apoiei.
No entanto, durante alguns dias frios e nublados eu pensei ter te perdido de vista. Você insistia em brincar de um pique - esconde por trás da minha fé.
Só que agora esperança querida, percebo que você pouco a pouco reaparece. Vejo-lhe florescer em cada florzinha, vejo-a ressurgir em cada raio de sol, sinto-te cada vez que brisa acaricia minha face, escuto-te em cada cantar de cada passarinho, confirmo-te nas boas novas.
 E as notícias ruins? Ah minha cara, elas sempre existem e uma hora elas melhoram.


13 comentários:

  1. e o importante é nunca perder .. a esperança.

    ResponderExcluir
  2. dizem que a esperança é a ultima que morre, acho que é verdade não ?
    as vezes a escondemos, ou as vezes ela se esconde por conta propria, mais o que importa é que no final, sempre achamos aquele esconderijo secreto onde ela esteve, e voltamos a ter a esperança ali ao nosso lado o tempo todo novamente.

    ResponderExcluir
  3. Ter esperança em algo que nunca viu, é a esperança do impossível. E é preciso sempre acreditar, para não sermos enganados com as mentiras do nosso redor.

    ResponderExcluir
  4. gabriela, lindo texto. é sempre muito bom ser amigo dessa mocinha...a esperança.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Tens o telefone ou msn dela? Uma amiga como ela seria de bom tamanho agora. Ah, e belo texto (;

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto...

    a esperança sempre deve existir no coração.

    Bjos, tenha uma boa semana!!

    ResponderExcluir
  8. ''Mas eu levantei bandeira a favor da minha insanidade, me assumi louca e sempre te apoiei.''
    Adorei.
    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  9. É, é bem como dizes mesmo, flor: já nascemos esperançosas. Graças a Deus, né! E que as notícias melhorem, por favor! Hahahaha
    Beijoca!

    ResponderExcluir
  10. Isso ai guria..
    vamos vamos vamos, com a fé não se brinca e sim se sonha,

    ta no melhor caminho!

    ResponderExcluir
  11. Temos essa mania chata de julgar antes de conhecer, de criarmos pré-conceitos. Mas não dá pra negar as características de nossa espécie.

    ResponderExcluir